Rádio Clube assina contrato para funcionar em FM, vem aí a Clube 106,5 FM

A Rádio Clube Tanabi e mais de 50 emissoras de rádio do estado de São Paulo assinarão, no dia 23 de junho, os termos aditivos de adaptação das outorgas para a migração do AM para o FM. Após a quitação do boleto bancário, que se resume ao cálculo da diferença de outorga entre uma AM e uma FM, a assinatura do termo aditivo é um dos últimos passos para a rádio começar a operar na nova frequência.

Após a assinatura, a emissora precisa realizar o projeto de instalação de local e uso de radiofrequência e estará pronta a operar em FM.

A Rádio Clube Tanabi passará a se chamar Clube 106 FM e estará na frequência 106,5 Mhz.

O mutirão do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) já passou pelos estados de Santa Catarina, Minas Gerais, Paraná, Goiás, Tocantins e Rio Grande do Sul e tem como objetivo acelerar o processo de migração em todo o país. Mais de 500 emissoras já assinaram o termo aditivo de migração.

Quase 1500 rádios AM, das 1781 existentes no Brasil, solicitaram a migração para o FM. Nesta primeira etapa, cerca de mil emissoras poderão operar na faixa atual de FM, de 88 a 108 MHz. As demais emissoras terão que esperar concluir o processo de digitalização da TV para liberação da faixa estendida, de 76 até 108 MHz.

A cerimônia de assinatura será no Palácio dos Bandeirantes, sede do Governo de São Paulo, às 10h e terá a presença do ministro Gilberto Kassab e de representantes da ABERT. 

Categoria:Local

Deixe seu Comentário